AES Tietê: De olho no mercado livre de energia

29 de novembro de 2019 - 10h30
Segmento: Empresas
Fonte: Lopes Filho

A AES Tietê apresentou que sua expansão em energia eólica deverá ser em M&A de projetos menores de 100-300MW. Como ela tem experiência em operar parques eólicos, projetos menores são mais atrativos em termos de ganhos sinergias, pois os grandes geralmente possuem retornos menores. Em seu Investor Day, o management acrescentou que a energia solar deve ser expandida por meio de novos projetos. Essa expansão da capacidade de geração, além da complementariedade com suas usinas hidrelétricas, deixam a empresa bem posicionada para crescer dentro de um cenário em que o PL 232, sobre uma nova regulação do mercado livre de energia, seja implementado.

A Novinvest Corretora de Valores Mobiliários Ltda. não se responsabiliza pelo conteúdo, notícias, opiniões, informações, indicações, dentre outros de nossos parceiros e/ou referências.