De olho na Abertura da Bovespa

08 de outubro de 2019 - 09h54
Segmento: Mercados
Fonte: Lopes Filho

As principais bolsas europeias e os índices futuros de Nova York recuam em meio aos receios com os desdobramentos da disputa comercial entre Estados Unidos e China. Hoje a China sinalizou uma possível retaliação após o governo dos EUA colocar oito gigantes chinesas do setor de tecnologia numa lista negra após suposta violação, por parte de Pequim, dos direitos de minorias muçulmanas. Na agenda de hoje nos EUA temos o índice preços ao produtor (PPI) e o discurso do presidente do Fed, Jerome Powell, em um evento. O S&P 500 futuro opera em queda de 0,74% e o Euro Stoxx cai 1,04%.

As bolsas asiáticas fecharam em alta nesta terça-feira, com as chinesas subindo de forma modesta na volta de um feriado de uma semana, na expectativa de que Estados Unidos e China façam avanços nas negociações comerciais que retomarão esta semana. No próximo dia 15, está programado um novo aumento de tarifas dos EUA sobre US$ 250 bilhões em produtos chineses, de 25% para 30%. O índice de gerentes de compras (PMI) do setor de serviços da China recuou de 52,1 em agosto para 51,3 em setembro, por outro lado, o PMI composto chinês subiu de 51,6 em agosto para 51,9 em setembro. Os contratos futuros do petróleo operam em alta moderada à espera de notícias sobre a disputa comercial entre Estados Unidos e China, que voltam à mesa de negociações na quinta-feira (10).

O mercado local fica atento à reunião de governadores, da qual podem participar os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), para tentar um acordo que possa destravar o impasse da cessão onerosa, que virou moeda de troca para a aprovação do segundo turno da reforma da Previdência no Senado. O edital do megaleilão do pré-sal está na pauta da sessão pública do Tribunal de Contas da União (TCU) desta quarta-feira e o leilão do óleo excedente da cessão onerosa está marcado para o dia 06 de novembro. O bônus de assinatura do leilão é de R$ 106,5 bilhões. Desse total, a Petrobras ficará com R$ 33,6 bilhões e a divisão do restante dos recursos é objeto de disputa entre Senado e Câmara. Na agenda logo cedo foi divulgado o IGP-DI que registrou alta de 0,5% em setembro. Com essa alta, o IGP-DI acumulou uma elevação de 4,39% no ano. A taxa acumulada em 12 meses ficou em 3,00%.

Às 09h53, o Ibovespa futuro registrava alta de 0,07%.

Segundo a nossa equipe de análise gráfica, ganhou força na queda no final do dia de ontem e pode seguir em busca da mínima recente marcada nos 99.800. Do lado positivo, encontra resistência junto a sua MME200 nos 102.800.

Lembramos que o Ibovespa é um índice, ou seja, reflete apenas o comportamento misturado das ações líderes, de modo que as análises individuais devem ser observadas no módulo de Análise Gráfica.

Bom dia e bons negócios!

A Novinvest Corretora de Valores Mobiliários Ltda. não se responsabiliza pelo conteúdo, notícias, opiniões, informações, indicações, dentre outros de nossos parceiros e/ou referências.