De olho na Abertura da Bovespa

12 de junho de 2019 - 09h44
Segmento: Mercados
Fonte: Lopes Filho

As bolsas europeias e os futuros de Nova York operam em baixa, em meio ao endurecimento da retórica de EUA e China em sua disputa. Ontem o presidente Donald Trump defendeu o uso de tarifas como parte de sua estratégia comercial e disse que não avançará nas negociações com os chineses a menos cedam em quatro ou cinco "grandes pontos“, que ele não especificou. Já o governo chinês prometeu uma dura resposta se Washington persistir em ampliar as tensões comerciais. Na agenda, tem o índice de preços ao consumidor referente a maio dos EUA e os estoques de petróleo bruto divulgados pelo DoE.

O S&P 500 futuro cai 0,22% e o Euro Stoxx tem queda de 0,55%. As bolsas asiáticas fecharam em baixa nesta quarta-feira com a elevação do tom dos discursos na disputa comercial entre EUA e China. Os contratos futuros de petróleo operam em baixa significativa, reagindo a estimativa do API de que o volume de petróleo bruto estocado em território americano teve aumento de 4,5 milhões de barris na última semana.

O mercado local pode ser influenciado pelo ambiente externo negativo. Em contraponto, pode se animar com a aprovação pelo Congresso ontem da autorização especial para que o governo federal possa pagar R$ 248,9 bilhões em benefícios sociais com dinheiro obtido com empréstimos. Quanto à reforma da Previdência, o presidente da comissão especial, Marcelo Ramos, disse que a discussão do parecer do deputado Samuel Moreira deve se estender por duas ou três sessões. Com isso, o debate pode ocupar praticamente toda a semana que vem. Questionado se a votação na comissão poderia ficar para a primeira semana de julho, devido ao feriado de Corpus Christi e às festas juninas, que geralmente fazem com que parlamentares do Nordeste voltem para suas cidades, ele evitou conceder essa informação. Por enquanto, segundo o deputado, a leitura do relatório está mantida para amanhã. Em evento, o presidente Jair Bolsonaro falou apenas sobre a agenda do governo e não tocou no caso do ministro da Justiça, Sergio Moro. No domingo, o site The Intercept divulgou mensagens do ministro com integrantes da Lava Jato, em que Moro estaria interferindo na operação. Em dia de agenda fraca, os investidores devem acompanhar o almoço do presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, com o ministro da Economia, Paulo Guedes.

Às 9h38, o Ibovespa futuro registrava queda de 0,16%.

Segundo a nossa equipe de análise gráfica, o Ibovespa encerrou a última sessão praticamente na máxima do dia e caso hoje dê continuidade a essa força compradora, passaria a olhar para a região dos 99.700/100.00. O suporte que ampara estrutura intradiária de alta passa nos 98.330.

Lembramos que o Ibovespa é um índice, ou seja, reflete apenas o comportamento misturado das ações líderes, de modo que as análises individuais devem ser observadas no módulo de Análise Gráfica.

Bom dia e bons negócios!

A Novinvest Corretora de Valores Mobiliários Ltda. não se responsabiliza pelo conteúdo, notícias, opiniões, informações, indicações, dentre outros de nossos parceiros e/ou referências.