De Olho na Abertura da Bovespa

14 de novembro de 2017 - 09h45
Segmento: Mercados
Fonte: Lopes Filho

O Ibovespa futuro sobe ligeiramente nesta manhã. Os investidores estão atentos aos resultados corporativos desta reta final da temporada de balanços do 3T17, com destaque para os números da Petrobras, enquanto analisam os dados do comércio varejista nacional, que cresceu 0,5% em setembro, conforme as expectativas. O cenário político permanece no radar com as negociações do governo para aprovar a reforma da Previdência ainda neste ano.

Os mercados internacionais operam sem sinal comum, ainda na expectativa pelos avanços na reforma tributária defendida por Donald Trump, enquanto os dados econômicos divulgados na China mostraram desaceleração em outubro.

Às 9h41, o Ibovespa futuro registrava baixa de 0,41%.

Sobre a agenda de indicadores internos, segundo o IBGE, em setembro de 2017, o comércio varejista nacional mostrou acréscimo de 0,5% frente ao mês imediatamente anterior, na série livre de influências, compensando o recuo de 0,4% em agosto último, quando interrompeu quatro meses consecutivos de expansão, período em que as vendas acumularam ganho de 2,3%. A receita nominal cresceu 1,1%. Com isso, a média móvel trimestral para o volume de vendas no varejo ficou estável (0,1%) no trimestre encerrado em setembro de 2017.

Nos EUA serão divulgados os números do Índice de Preços ao Produtor (PPI) de setembro.

Segundo nossa equipe de análise técnica, o Ibovespa experimentou alguma recuperação neste último pregão, mas ainda sob a reta de sustentação e das Médias Móveis de 18 e 30 dias (que estão cruzadas para baixo), de modo que não foi completamente anulada a possibilidade de posterior manutenção do atual processo corretivo na direção das projeções situadas em 71.300 e 69.200 pontos.

Lembramos que o Ibovespa é um índice, ou seja, reflete apenas o comportamento misturado das ações líderes, de modo que as análises individuais devem ser observadas no módulo de Análise Gráfica.

Bom dia e bons negócios!

A Novinvest Corretora de Valores Mobiliários Ltda. não se responsabiliza pelo conteúdo, notícias, opiniões, informações, indicações, dentre outros de nossos parceiros e/ou referências.