De olho na Abertura da Bovespa

16 de maio de 2019 - 09h50
Segmento: Mercados
Fonte: Lopes Filho

Os futuros das bolsas de Nova York e as bolsas europeias tentam ganhar fôlego nesta manhã. Ontem, nos EUA, o presidente Donald Trump disse que pode adiar a decisão sobre o aumento de tarifas em automóveis, esperando que a UE e o Japão negociem. Trump ainda assinou um decreto sobre operações de empresas de telecomunicações no país que restringe operações de companhias de telecomunicação chinesas, principalmente a Huawei Technologies. No radar, tem os dados de construções de moradias; o discurso de Lael Brainard, diretora do FED, sobre perspectivas para a economia; os pedidos de auxílio-desemprego e as construções de moradias iniciadas em abril nos EUA.

Dentre os principais índices mundiais, o S&P500 futuro opera em alta de 0,58%; Euro Stoxx cai 1,98%, o Shangai Composite fechou em alta de 0,58% e o índice Nikkei em baixa de 0,59%. No mercado de commodities o minério de ferro em Dalian fechou em alta de 3,31% e o petróleo do tipo WTI sobe 1,35% com o barril cotado a US$62,02.

Mesmo com os sinais positivos das bolsas europeias e dos índices futuros de Nova York, o mau humor deve persistir no mercado local após os protestos contra cortes de 30% no orçamento da Educação. Dos EUA, o presidente Jair Bolsonaro chamou os manifestantes de "idiotas úteis" e "massa de manobra". No Texas, o chefe do Conselho de Assuntos Mundiais (World Affairs Council) de Dallas e Fort Worth, Jorge Baldor, afirmou que não convidara o presidente para receber a homenagem de Personalidade do Ano. O assessor de imprensa do ex-presidente americano George W. Bush, Freddy Ford, também disse que não convidou Bolsonaro para um encontro na cidade texana, embora os dois presidentes tenham se encontrado ontem. Ontem o ministro da Educação, Abraham Weintraub, participou de audiência na Câmara para explicar o bloqueio da verba e expôs o desgaste na relação do governo com o Congresso. Durante quase seis horas de debate, o ministro provocou os parlamentares e ouviu pedidos de demissão por parte da oposição. Outro ponto de desgaste do governo foi que o MP-RJ identificou no gabinete na Assembleia Legislativa do então deputado estadual Flávio Bolsonaro, que hoje é senador, indícios de uma "organização criminosa com alto grau de permanência e estabilidade", voltada para cometer crimes de peculato. Tudo isso nutre temores de que a tramitação da reforma da Previdência seja mais arrastada e resulte na aprovação de uma versão bem diluída da proposta inicial. Em dia de agenda vazia, o investidor deve acompanhar a audiência do presidente do BC, Roberto Campos Neto, na Comissão Mista de Orçamento.

Às 9h47, o Ibovespa futuro registrava alta de 0,12%.

Segundo a nossa equipe de análise gráfica, o Ibovespa Sinaliza o rompimento dos 91.530 e agora vamos aguardar o pregão de hoje, para ver se o índice consegue seguir repicando em direção, inicialmente, aos 92.940. Suporte em 90.270.

Lembramos que o Ibovespa é um índice, ou seja, reflete apenas o comportamento misturado das ações líderes, de modo que as análises individuais devem ser observadas no módulo de Análise Gráfica.

Bom dia e bons negócios!

A Novinvest Corretora de Valores Mobiliários Ltda. não se responsabiliza pelo conteúdo, notícias, opiniões, informações, indicações, dentre outros de nossos parceiros e/ou referências.