De olho na Abertura da Bovespa

19 de julho de 2019 - 09h44
Segmento: Mercados
Fonte: Lopes Filho

Os principais mercados acionários europeus e os índices futuros americanos operam perto da estabilidade. Ontem o presidente do FED de NY, John Willians, fez um discurso de que é preciso, em um cenário “desafiador” como o atual, tomar medidas rápidas em resposta a condições econômicas adversas. Willians embalou o apetite por ativos de risco em meio ao aumento das apostas em um corte de 0,50 ponto base do juro americano.  Mas um porta-voz do FED regional disse que a fala foi acadêmica e não era sobre potenciais ações de política na próxima reunião. Com isso, investidores revisaram suas apostas e voltaram a acreditar que o corte de juro será de 0,25 ponto base. Ainda nos EUA, o presidente Donald Trump disse que um navio americano derrubou um drone do Irã próximo ao Estreito de Ormuz, em uma medida defensiva. Teerã, contudo, nega a informação. Na agenda americana, tem o índice de sentimento do consumidor preliminar de julho, além dos balanços da American Express e BlackRock do segundo trimestre.

O S&P 500 futuro tem alta de 0,04% e o Euro Stoxx cai também 0,04%. Os mercados acionários asiáticos encerraram o pregão desta sexta-feira em alta diante das apostas de redução nas taxas de juros nos EUA neste mês. Os contratos futuros de petróleo operam em alta nesta sexta-feira à medida que os agentes observam novas tensões entre americanos e iranianos.

O mercado local pode ter um dia de pouca influência política com o início do recesso do Congresso hoje e com o anúncio da liberação para saques do FGTS e do PIS/Pasep apenas na quarta-feira. O presidente Jair Bolsonaro anunciaria a medida ontem no evento de comemoração aos 200 dias de governo, mas adiou, alegando que as equipes técnicas do Ministério da Economia ainda não concluíram as regras. Mas sabe-se que o ministro da Economia, Paulo Guedes, pensa em liberar o saque anual de uma parcela dos recursos. Se decidir por essa modalidade de saque, o cotista abriria mão de resgatar o dinheiro caso seja demitido. A ideia seria de fixar uma tabela com os percentuais que obedeceria a seguinte regra: quanto menor o saldo, maior o percentual da retirada. O teto em estudo seria 35%. Isso é para garantir que as pessoas com menor renda tenham maior acesso e evitar que um volume elevado do Fundo de Garantia, que financia a construção civil, seja retirado. Em vez de anunciar a liberação do FGTS, Bolsonaro falou, no evento dos 200 dias de governo, da indicação do seu filho Eduardo para a embaixada em Washington. “Eduardo vai ser sabatinado e vai ser aprovado para a Embaixada do Brasil nos EUA”, disse, segundo o BDM. No radar, estão a participação do presidente em evento pelo dia do Futebol e o Almoço-Debate do Lide em que o novo ministro da Secretaria de Governo da Presidência da República, Luiz Eduardo Ramos, participará.

Às 9h34, o Ibovespa futuro registrava queda de 0,19%.

Segundo a nossa equipe de análise gráfica, mantendo-se acima dos 104.500, o índice abre espaço para seguir retomando alta no intradiário, em direção aos 105.300 e posterior nos 106.600. O suporte segue marcado nos 103.600.

Lembramos que o Ibovespa é um índice, ou seja, reflete apenas o comportamento misturado das ações líderes, de modo que as análises individuais devem ser observadas no módulo de Análise Gráfica.

Bom dia e bons negócios!

A Novinvest Corretora de Valores Mobiliários Ltda. não se responsabiliza pelo conteúdo, notícias, opiniões, informações, indicações, dentre outros de nossos parceiros e/ou referências.