Fechamento dos Mercados da Ásia

16 de abril de 2018 - 09h35
Segmento: Mercados
Fonte: Lopes Filho

As principais praças acionárias europeias fecharam sem direção comum nesta segunda-feira, com investidores digerindo os últimos desdobramentos das recentes tensões no Oriente Médio.

Na noite de sexta-feira , EUA, Reino Unido e França lançaram uma ofensiva militar na Síria, alegando retaliação a um ataque com armas químicas que teria sido lançado pelo regime de Bashar al-Assad contra a população síria. O escopo limitado da operação liderada pelos EUA e o fato de ela não ter levado a uma grande escalada no conflito na Síria, que já está em seu sétimo ano, causou um certo alívio por parte dos agentes.

Em Tóquio, o índice Nikkei garantiu modesta alta com a ajuda de ações de farmacêuticas.

Na capital sul-coreana, Seul, o Kospi, subiu graças ao bom desempenho de papéis dos setores de celulose, eletrônicos e automotivo.

Na China, por outro lado, o dia foi de perdas, com cautela por parte dos investidores evitando tomar posições antes da divulgação, no fim da noite desta segunda, de uma série de indicadores chineses relevantes, incluindo o Produto Interno Bruto (PIB) do primeiro trimestre e os últimos números sobre produção industrial e vendas no varejo.

Em Xangai, o Xangai Composto cedeu 1,53%, somando 3.110 pontos. O índice Nikkei 225, de Tóquio, fechou em alta de 0,26%, aos 21.835 pontos. Em Hong Kong, o Hang Seng caiu 1,60%, para 30.315 pontos. Em Seul, o Kospi teve alta de 0,10%, aos 2.457 pontos.

A Novinvest Corretora de Valores Mobiliários Ltda. não se responsabiliza pelo conteúdo, notícias, opiniões, informações, indicações, dentre outros de nossos parceiros e/ou referências.