Fechamento dos Mercados

08 de novembro de 2018 - 18h25
Segmento: Mercados
Fonte: Lopes Filho

O Ibovespa terminou o pregão desta quinta-feira com queda, mantendo o movimento de realização de lucros verificado nas sessões anteriores. O comportamento baixista do dia se deu pela ausência de notícias positivas e novidades concretas sobre a agenda fiscal do governo de Jair Bolsonaro e pelo mal-estar com o aumento salarial dos ministros do STF.

As atenções dos agentes mais uma vez se voltou para a divulgação de balanços corporativos referentes ao 3T18, com os números de Banco do Brasil, CSN, Estácio Participações, CSU Cardsistem, Fras-Le, dentre outras. As ações do setor de educação amargaram perdas, em meio ao cenário de redução na captação de alunos e aumento na provisão para devedores duvidosos no 3T18 reportado pela Estácio. O recuo dos papéis da Petrobras, considerada um das blue chips do índice, contribuiu para o desempenho baixista do dia.

Ao fechamento do pregão local, as bolsas de NY operavam no campo negativo, com os papéis do setor de tecnologia pesando sobre o  NASDAQ, enquanto os de energia pressionavam o desempenho do DJIA. Já a maior parte das praças acionárias da Europa fechou em queda, pressionadas pelas revisões negativas nas projeções da Comissão Europeia e do FMI para a região, além do risco de um Brexit sem acordo.

O Ibovespa fechou com baixa de 2,39%, aos 85.620 pontos.

Destaques do Ibovespa: as únicas altas foram CVC BRASIL ON (+0,53%) e TELEF BRASIL PN (+0,05%). Por outro lado as maiores quedas foram CIELO ON (-9,58%), ESTACIO PART ON (-8,42%) e BRF SA ON (-5,58%).

Bolsas norte-americanas: Às 18h44 o Dow Jones operava com queda 0,32%, enquanto o Índice Nasdaq tinha recuo de 0,89%.

Bolsas europeias: na Bolsa de Paris, o CAC-40 terminou o dia aos 5.131 pontos, baixa de 0,13%. Em Frankfurt, o DAX-30 apresentou recuo de 0,45%, aos 11.527 pontos. Em Londres, o FTSE fechou com ganho de 0,33%, aos 7.140 pontos.

Bolsas asiáticas: o índice Nikkei avançou 1,82%, a 22.486 pontos. O índice Hang Seng subiu 0,31%, a 26.227 pontos.  O índice Xangai Composto perdeu 0,22%, a 2.635 pontos. o índice Kospi teve valorização de 0,67%, a 2.092 pontos.

A Novinvest Corretora de Valores Mobiliários Ltda. não se responsabiliza pelo conteúdo, notícias, opiniões, informações, indicações, dentre outros de nossos parceiros e/ou referências.