Fechamento dos mercados

12 de setembro de 2017 - 17h39
Segmento: Mercados
Fonte: Lopes Filho

O Ibovespa voltou a fechar em alta, atingindo o seu novo recorde histórico aos 74.538 pontos. O principal índice acionário doméstico foi beneficiado pelo ambiente favorável para compra de ativos de risco com a redução das tensões geopolíticas, menor impacto do furacão Irma nos EUA e pelo clima doméstico propício para o andamento das reformas da Previdência e Política. Ao final do pregão tivemos alguma realização desencadeada por motivos políticos.

As ações da Cemig fecharam entre as maiores altas do dia, após a Vale informar que tem interesse nas usinas da empresa. A participação seria por meio da Aliança, da qual a Vale tem 55% e a Cemig 45%. No entanto, o grande destaque ficou para valorização das ações da AmBev, depois que uma importante instituição financeira elevou sua recomendação para os papéis da empresa.

Fora do índice, o destaque negativo ficou para o desempenho dos papéis Magazine Luiza, com os investidores repercutindo o anúncio de oferta de ações subsequente (follow on) que pode girar em torno de R$ 1,8 bilhão.

No exterior, a maior parte das praças acionárias fechou em alta, com os índices DJIA, Nasdaq e S&P500 fechando em níveis recorde. Na Europa, as ações das instituições financeiras foram destaque de alta. Em Frankfurt, a valorização dos papéis das montadoras contribuiu para o avanço do índice Dax-30. A exceção ficou para o FTSE-100, de Londres. Por lá, o projeto de lei da saída britânica da EU foi aprovado por 326 votos a 290. O texto tem como principal tema a conversão de leis do bloco comum em regulações internas. O petróleo teve um dia positivo, impulsionado pelo relatório mensal da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), que relatou uma queda em sua produção em agosto.

O Ibovespa fechou com alta de 0,30%, aos 74.538 pontos.

Destaques do Ibovespa: as maiores altas foram AMBEV S/A ON (+3,70%), CEMIG PN (+3,56%) e NATURA ON (+3,04%). Por outro lado as maiores quedas foram ECORODOVIAS ON (-2,45%), GERDAU MET PN (-2,44%) E FIBRIA ON (-2,51%).

Bolsas norte-americanas: o Dow Jones fechou com alta de 0,28%, aos 22.118 pontos, enquanto o Nasdaq fechou com ganho de 0,34%, aos 6.454 pontos.

Bolsas europeias: na Bolsa de Paris, o CAC-40 terminou o dia aos 5.209 pontos, alta de 0,63%. Na Alemanha, o DAX-30 fechou com ganho de 0,40%, aos 12.525 pontos. Em Londres, o FTSE-100 fechou com recuo de 0,17%, aos 7.401 pontos.

Bolsas asiáticas: o Nikkei 225  aumentou 1,18%, aos 19.776 pontos. O Xangai Composto subiu 0,09%, para 3.379 pontos. O Hang Seng ganhou 0,06%, totalizando 27.972 pontos. O Kospi fechou em alta de 0,27%, alcançando 2.365 pontos.

A Novinvest Corretora de Valores Mobiliários Ltda. não se responsabiliza pelo conteúdo, notícias, opiniões, informações, indicações, dentre outros de nossos parceiros e/ou referências.