Fechamento dos mercados

13 de abril de 2018 - 17h35
Segmento: Mercados
Fonte: Lopes Filho

Acompanhando o mau humor em NY, o Ibovespa fechou o último pregão da semana com queda. No entanto, fatores internos também contribuíram para o desempenho negativo do índice no dia.

Os investidores se mostraram cautelosos antes da divulgação da pesquisa de intenções de voto para a presidência que será informada pelo Datafolha neste final de semana. Esta será a primeira após a prisão do ex-presidente Lula e com a inclusão do ex-ministro do STF Joaquim Barbosa em todos os cenários.

As ações dos bancos apresentaram performance negativa, tendo como destaque o recuo dos papéis do Bradesco. As ações da instituição foram penalizadas, pelo segundo dia consecutivo, por receios relacionados a um acordo de delação do ex-ministro Antonio Palocci. No entanto, as maiores quedas do Ibovespa ficaram para as ações da BRF, em função dos desdobramentos da disputa interna pela eleição de um novo Conselho de Administração. Por outro lado, as ações do Pão de Açúcar apresentaram as maiores altas do dia, em função da leitura positiva de seus dados operacionais no 1T18.

No exterior, as principais praças acionárias fecharam com comportamentos distintos. Enquanto em NY os índices apresentaram desempenho negativo por pela retomada das tensões comerciais entre o país e a China, na Europa os mercados fecharam com ligeiros ganhos impulsionados pela divulgação de indicadores econômicos acima das expectativas.

O Ibovespa fechou com baixa de 1,30%, aos 84.334 pontos.

Destaques do Ibovespa: as maiores altas foram P.ACUCAR-CBD PN (+3,50%), KROTON ON (+0,99%) e WEG ON (+0,87%). Por outro lado as maiores quedas foram BRF SA ON (-4,98%), CIELO ON (-3,90%) e BRASIL ON (-2,91%).

Bolsas americanas: o Dow Jones recuou 0,50% e o Nasdaq fechou com queda de 0,47%.

Bolsas europeias: na Bolsa de Paris, o CAC-40 terminou o dia aos 5.309 pontos, alta de 0,59%. O DAX-30, da Bolsa de Frankfurt, avançou 0,98%, aos 12.415 pontos. O FTSE, da Bolsa de Londres, subiu 0,02%, para 7.258 pontos.

Bolsas asiáticas: o índice Nikkei 225, de Tóquio, registrou valorização de 0,55%, aos 21.778 pontos. Em Seul, o Kospi fechou em alta de 0,51%, a 2.455 pontos. No sentido contrário, o Xangai Composto caiu 0,66%, para 3.159 pontos. Em Hong Kong, o Hang Seng cedeu 0,07%, ficando em 30.808 pontos.

A Novinvest Corretora de Valores Mobiliários Ltda. não se responsabiliza pelo conteúdo, notícias, opiniões, informações, indicações, dentre outros de nossos parceiros e/ou referências.