Fechamento dos Mercados

15 de março de 2019 - 17h23
Segmento: Mercados
Fonte: Lopes Filho

O Ibovespa encerrou em nível recorde (99.137 pts) nesta sexta-feira, impulsionado pelo bom humor nas praças norte-americanas, que fecharam em alta. Os agentes ficaram otimistas com o processo de privatização brasileiro, após o resultado do leilão de concessão de 12 aeroportos federais nesta data, com boa participação de investidores externos.

 

Por aqui, as ações de empresas do setor alimentício, especificamente de proteína animal, se beneficiaram, entre outras, da notícia de forte surto de peste suína na China, com BRF e JBS entre as maiores altas. Por outro lado, os papéis da CCR recuaram, após a empresa não levar nenhum lote no leilão de aeroportos, que aconteceu hoje na B3. As ações da Smiles passaram por realização de lucros, após os fortes ganhos da sessão anterior.

 

As principais praças internacionais fecharam em alta neste pregão, diante da notícia que houve avanço nas tratativas comerciais entre EUA e China. Além disso, a decisão de política monetária do Banco do Japão (BoJ) e o adiamento do Brexit pelo parlamento britânico também foram monitorados e bem recebidos pelos mercados.

 

Ibovespa registrou alta de 0,54%, aos 99.137 pontos.

 

Bolsas norte-americanas: o índice DJIA encerrou em alta de 0,54% e o NASDAQ avançou 0,76%.

 

Bolsas europeias: na Bolsa de Paris, o CAC-40 terminou o dia aos 5.405 pontos, alta de 1,04%. Em Frankfurt, o DAX-30 apresentou ganho de 0,85% aos 11.686 pontos. Em Londres, o FTSE fechou em alta de 0,60%, aos 7.228 pontos.

 

Bolsas asiáticas: o índice Nikkei fechou em alta de 0,77%, a 21.450 pontos. O Xangai Composto avançou 1,04%, a 3.021 pontos. Em Hong Kong, o Hang Seng subiu 0,56%, a 29.012 pontos. Em Seul, o Kospi avançou 0,95%, a 2.176 pontos.

A Novinvest Corretora de Valores Mobiliários Ltda. não se responsabiliza pelo conteúdo, notícias, opiniões, informações, indicações, dentre outros de nossos parceiros e/ou referências.