Frigoríficos – African Swine Fever is still a reality

14 de janeiro de 2020 - 10h00
Segmento: Empresas
Fonte: Lopes Filho

O USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) divulgou que a produção de carne suína da China deve diminuir 25% neste ano, depois de cair 14% em 2019. Como resultado, o país asiático deve importar cerca de 20% a mais de carne de boi e de frango. Como um dos principais produtores mundiais de proteínas, o Brasil deve exportar 15% a mais da primeira e 5% a mais da segunda. Este ano promete ser bastante promissor para os frigoríficos.

A Novinvest Corretora de Valores Mobiliários Ltda. não se responsabiliza pelo conteúdo, notícias, opiniões, informações, indicações, dentre outros de nossos parceiros e/ou referências.