Ibovespa opera em alta

13 de agosto de 2019 - 13h46
Segmento: Mercados
Fonte: Lopes Filho

O Ibovespa opera em alta nesta terça-feira, na esteira de seus principais pares internacionais, que reagem ao sinal de melhora na relação comercial sino-americana. O escritório do representante comercial dos Estados Unidos (USTR) adiou para 15 de dezembro a imposição de tarifas sobre importações de produtos como celulares, notebooks, consoles de videogame e monitores de computadores da China. Além disso, alguns itens devem ser removidos na lista de produtos tarifados. Diante desta notícia, a sessão que prometia ser de cautela, ganhou um bom impulso. No entanto, as manifestações em Hong Kong e o resultado das eleições primárias na Argentina ainda inspiram certa cautela.

Por aqui, em dia de agenda econômica doméstica esvaziada, as atenções se voltam para a temporada de balanços no 2T19 e para o exterior, com maior otimismo nas tratativas comerciais entre Estados Unidos e China. Ainda na cena interna, outro fator que pode impactar positivamente é a possível aprovação da Medida Provisória 881, chamada da Liberdade Econômica, que deve ser apreciada na parte da tarde pelo plenário da Câmara.

No âmbito corporativo, as ações do setor financeiro se destacam na sessão. As empresas ligadas às commodities também são beneficiadas, como a Vale, Petrobras e as siderúrgicas. Já os papéis da Suzano lideram as altas do Ibovespa, impulsionados pela alta do dólar.  Ainda na ponta positiva, as ações do Magazine Luiza exibem bom desempenho, após divulgação de resultado trimestral. Por outro lado, os papéis da Cosan recuam, também depois de apresentar seu balanço no 2T19.

A Novinvest Corretora de Valores Mobiliários Ltda. não se responsabiliza pelo conteúdo, notícias, opiniões, informações, indicações, dentre outros de nossos parceiros e/ou referências.