Ibovespa opera em queda

16 de maio de 2019 - 13h40
Segmento: Mercados
Fonte: Lopes Filho

O Ibovespa opera em queda nesta quinta-feira, destoando de seus principais pares no exterior. A cautela no mercado doméstico é fruto de piores perspectivas no âmbito político, diante de notícias desfavoráveis como as investigações no gabinete do Senador, Flávio Bolsonaro, pelo Ministério Público- RJ e os protestos de ontem contra o bloqueio de recursos na área de educação, que retratam certa fragilidade do governo e uma possível dificuldade na tramitação da reforma previdenciária. No exterior, as principais bolsas europeias e os índices em Wall Street operam com alta. Por lá, os investidores avaliam positivamente uma série de indicadores macroeconômicos de atividade e do mercado de trabalho nos Estados Unidos, enquanto as tensões comerciais sino-americanas seguem no radar.

Na cena corporativa, as ações de Eletrobras recuam, diante de rumores que o vice-presidente da República, Hamilton Mourão, descartou a capitalização da estatal este ano. Já os papéis da Ultrapar operam em campo negativo, após divulgação de resultado no 1T19. Na outra ponta, a valorização do minério mantém os papéis da Vale e da CSN em alta. O movimento também é positivo para os frigoríficos em meio à informação de que, devido à peste suína africana na Ásia, os estoques de suínos na China caíram 2,9% em abril ante março e 20,8% em relação ao mesmo período do ano passado. Com isso, os papéis da Marfrig e JBS figuram entre as maiores altas do principal índice acionário local.

A Novinvest Corretora de Valores Mobiliários Ltda. não se responsabiliza pelo conteúdo, notícias, opiniões, informações, indicações, dentre outros de nossos parceiros e/ou referências.