IGP-10 avança em maio

16 de maio de 2018 - 11h27
Segmento: Macroeconomia
Fonte: Lopes Filho

De acordo com a FGV, o Índice Geral de Preços (IGP-10) variou 1,11% em maio, ante variação de 0,56% registrada em abril. Em maio de 2017, o índice teve queda de 1,10%. Em 12 meses, o IGP-10 acumulou alta de 3,58% e no ano acréscimo de 3,18%.

O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA) registrou alta de 1,55% em maio, ante 0,70% no mês anterior. O índice do grupo Matérias-Primas Brutas passou de 0,43% em abril para 2,24% em maio. Contribuíram para a aceleração do grupo os seguintes itens: minério
de ferro (-10,36% para 3,90%), soja em grão (5,07% para 8,27%) e aves (-5,04% para -2,11%).

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) registrou variação de 0,26% em maio. Em abril, a alta havia sido de 0,28%. Cinco das oito classes de despesa componentes do índice apresentaram decréscimo em suas taxas de variação. A contribuição de maior relevância para o aumento da taxa partiu do grupo Alimentação (0,20% para 0,10%). Nesta classe de despesa, vale mencionar o comportamento do item frutas, cuja taxa passou de 6,29% para -0,27%. Também apresentaram acréscimo em suas taxas de variação os grupos Habitação (0,36% para 0,25%), Transportes (0,22% para 0,08%), Vestuário (0,39% para 0,30%) e Educação, Leitura e Recreação (0,13% para 0,01%). Em contrapartida, os grupos Saúde e Cuidados Pessoais (0,59% para 1,08%), Comunicação (0,03% para 0,14%) e Despesas Diversas (0,03% para 0,04%) apresentaram acréscimo em suas taxas de variação.

O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) variou 0,34% em maio, resultado acima do registrado no mês anterior (0,30%).

A Novinvest Corretora de Valores Mobiliários Ltda. não se responsabiliza pelo conteúdo, notícias, opiniões, informações, indicações, dentre outros de nossos parceiros e/ou referências.