NotreDame Intermédica: temporada de resultados 1T19

15 de maio de 2019 - 11h00
Segmento: Empresas
Fonte: Lopes Filho

Eficiente processo de integração da Greenline mantém as margens em níveis saudáveis. Excluindo o efeito da aquisição, a companhia continua entregando evolução das principais métricas. A companhia encerra o primeiro trimestre do ano com receita líquida de R$ 1,9 bilhão, crescimento de 32,1%. Pautado principalmente pelas aquisições realizadas ao longo de 2018 e início de 2019. Destaques positivos para melhora na taxa de sinistralidade (0,3 p.p. vs 1T18) e redução das despesas com pessoal e serviços de terceiros (0,3 p.p. vs 1T18). Destaques negativos para a PDD (-0,7 p.p. vs 1T18) e a despesas com contingências (-0,6 p.p. vs 1T18) que impactaram o resultado do trimestre. O EBITDA ajustado totalizou o trimestre em R$ 274,0 milhões, margem EBITDA de 14,4% (-0,4 p.p. a/a). Por outro lado, o lucro líquido atingiu R$ 107,7 milhões, com margem líquida de 5,7%, melhora de 1,5 p.p. comparado ou mesmo período do ano anterior (exclui-se os números do IFRS 16 para efeito de comparação). Diante de um bom processo de integração, iniciativas positivas e boa execução do controle de custos e despesas da companhia.

A Novinvest Corretora de Valores Mobiliários Ltda. não se responsabiliza pelo conteúdo, notícias, opiniões, informações, indicações, dentre outros de nossos parceiros e/ou referências.