Panorama de FII

02 de dezembro de 2019 - 15h00
Segmento: Fundos Imobiliários
Fonte: Lopes Filho

Notícias relevantes da semana

GGRC: O fundo de galpões logísticos e industriais comunicou ao mercado, em 25/11, via fato relevante que, a administradora teve conhecimento por informações públicas que alguns dos sócios da gestora do fundo, Supernova Capital, estão envolvidos em investigação, onde foram expedidos mandados de prisão. No documento é esclarecido que não foi identificada nenhuma relação entre a investigação e o fundo. Na mesma data do documento, publicamos um relatório nos posicionando a respeito do ocorrido, onde expomos nosso entendimento de que os fundamentos de GGRC11 não foram afetados e reforçamos nossa recomendação de compra.

TBOF: O fundo de lajes corporativas publicou, em 22/11, o edital de convocação para a AGE, a ser realizada no próximo dia 10/12, na capital paulista. A reunião terá como ordem do dia a deliberação dos seguintes pontos: (i) aprovação da venda, pelo fundo, da integralidade do imóvel objeto Tower Bridge Corporate ao FII JSRE, pelo valor de R$ 1.055.250.000,00, equivalente a R$ 105,00 por cota; (ii) a necessidade ou não de reembolso, pelo fundo, dos custos incorridos com a convocação da AGE.  

ALMI: O fundo de lajes corporativas comunicou ao mercado, em 26/11, via fato relevante que, foi assinado novo contrato de locação com a empresa Teekay do Brasil, referente a 1.246 m², pelo prazo de cinco anos, iniciado em 15/11, cm carência e descontos em linha com o praticado na região. Dessa forma, a vacância física do imóvel passa para 78,6%.  

RBVA: O fundo de varejo comunicou ao mercado, via fato relevante, a respeito do acordo com a Caixa Econômica Federal. Até a data do documento, 26/11, o fundo possuía três imóveis localizados em São Paulo ainda não entregues para a Caixa, inicialmente contratados pela mesma no formato Built to Suit. Em relação a isso, foi acordado que: (i) será realizado o recebimento de duas agências por parte da Caixa, com contratos atípicos de locação com prazo de 120 meses, vigentes a partir de novembro/19 e com vencimento em novembro/29; (ii) prorrogação por mais 60 meses dos contratos de locação de 7 agências, nas condições atuais de contrato, mantendo sua atipicidade e postergando os respectivos vencimentos de novembro/22 para novembro/27; (iii) rescisão amigável, sem prejuízos para ambos os lados, do contrato de locação de um dos imóveis, podendo ser alienado pelo fundo ou captado novo locatário em formado Built to Suit; (iv) custos de advogados arcados pelo fundo.

VILG: O fundo de galpões logísticos comunicou ao mercado, em 26/11, via fato relevante que, na mesma data, foi efetuada a aquisição da totalidade do empreendimento logístico Airport Town Ayrton Senna (Guarulhos, SP), com cerca de 18,9 mil m² de ABL, pelo valor de aproximadamente R$ 64,7 milhões. Segundo a gestora, Vinci Partners, a aquisição deve incrementar a receita operacional do fundo em cerca de R$ 0,10 por cota nos próximos 12 meses.

HGRE: O fundo de lajes corporativas comunicou ao mercado, em 27/11, via fato relevante que, no mesmo dia foi assinado o contrato de compra e venda para a aquisição da totalidade de um imóvel, localizado na cidade de São Paulo, com ABL de 31.990 m², pelo valor de R$ 185 milhões. Uma vez que imóvel se encontra ~90% vazio, a título de contrapartida, 70% do valor da transação será pago no dia 15/12/20.

JSRE: O fundo híbrido, em 27/11, o edital de convocação para a AGE, a ser realizada no próximo dia 12/12, na capital paulista. A reunião terá como objetivo a deliberação sobre a aprovação da 7ª emissão de cotas do fundo, de acordo com a IN 476 da CVM (oferta restrita).

RECT: O fundo de lajes corporativas comunicou ao mercado, em 28/11, via fato relevante que, no dia anterior foi assinado compromisso de compra e venda para a aquisição da fração remanescente do imóvel localizado na Barra da Tijuca (RJ), pelo valor de R$ 79,9 milhões.

VLOL: O fundo de lajes corporativas comunicou ao mercado, em 28/11, via fato relevante que, foi prorrogado, pelo prazo de 60 meses, o contrato de locação mantido com a Associação Brasileira de Bancos Internacionais, até o dia 30/11/2024.  

PATC: O fundo de lajes corporativas comunicou ao mercado, em 28/11, via fato relevante que, na mesma data, foi assinado compromisso de compra e venda para a aquisição de um conjunto no Ed. Icon Faria Lima, pelo montante de R$ 9,4 milhões.

A Novinvest Corretora de Valores Mobiliários Ltda. não se responsabiliza pelo conteúdo, notícias, opiniões, informações, indicações, dentre outros de nossos parceiros e/ou referências.