Panorama de FII

13 de janeiro de 2020 - 11h16
Segmento: Fundos Imobiliários
Fonte: Lopes Filho

Notícias relevantes da semana

KNIP: O fundo de recebíveis imobiliários publicou, em 03/01, o edital de convocação para a AGE, a ser realizada no próximo dia 22/01, na capital paulista. A reunião terá como objetivo a deliberação acerca da aprovação da 6ª emissão de cotas do fundo, assim como as principais características da oferta.

VTLT: O fundo de galpões logísticos publicou, em 03/01, a ata da AGE realizada no mesmo dia, na cidade de São Paulo. A reunião teve como objetivo a deliberação a respeito da mudança de público alvo do fundo, de investidores qualificados para investidores em geral. Por unanimidade dos cotistas presentes, a ordem do dia foi aprovada na sua totalidade.

MXRF: O fundo de recebíveis imobiliários publicou, em 06/01, o edital de convocação para a AGE, a ser realizada no próximo dia 20/01, na capital paulista. A reunião terá como objetivo a deliberação acerca da aprovação da 5ª emissão de cotas do fundo, que ocorrerá de acordo com a IN 400 da CVM (oferta pública), onde serão distribuídas cerca de 47 milhões de novas cotas, ao preço unitário de R$ 10,63 (líquido dos custos de distribuição), perfazendo o montante total de aproximadamente R$ 500 milhões.

GTWR: O fundo de lajes corporativas publicou, em 07/01, a ata da AGE realizada no último dia 27/12, na capital paulista. A reunião teve como objetivo a deliberação a respeito dos seguintes pontos: (i) a alteração da denominação do fundo para FII Global Towers; (ii) a alteração do regulamento do fundo, de forma a estabelecer que o valor de emissão autorizado seja de R$ 5 bilhões; (iii) aprovar a aquisição de 100% do imóvel DuPont Tower, localizado Branco Office Park (Barueri, SP), cuja fração ideal de 84% do imóvel tem como proprietária a TS2 Alfa, empresa coligada do consultor imobiliário do fundo; (iv) aprovar que a administradora ou pessoas ligadas a ela possam realizar a distribuição de cotas emitidas no âmbito da quarta emissão do fundo, a ser aprovada e realizada posteriormente; (v) aprovar que no âmbito da quarta emissão será utilizada como valor de emissão das novas cotas a média dos preços de fechamento dos últimos 20 pregões realizados, contados a partir da data em que for comunicado ao mercado a realização da quarta emissão; (vi) autorizar o fundo e a administradora a praticar todos os atos necessários à implementação das matérias aprovadas. Em razão da falta de quórum qualificado, não foi possível deliberar sobre as matérias constantes na ordem do dia.

BPFF: O fundo de FIIs publicou, em 07/01, o edital de convocação para a AGE, a ser realizada no próximo dia 29/01, na capital paulista. A reunião terá como objetivo a deliberação a respeito da 3ª emissão de cotas do fundo, a ser distribuída através de uma oferta pública (CVM 400), com montante inicial de até R$ 300 milhões, ao valor unitário de R$ 118,24, dos quais R$ 4,49 são referentes aos custos de distribuição.

RBVA: O fundo do segmento de varejo comunicou ao mercado, em 07/01, via fato relevante que, na mesma data, foi concluído o pagamento do saldo em aberto no valor de ~ R$ 2,8 milhões e lavrada a escritura formalizando a aquisição do imóvel localizado na Rua Haddock Lobo (São Paulo, SP).

XPPR: O fundo de lajes corporativas comunicou ao mercado, em 07/01, via fato relevante que, foram celebrados os atos societários previstos no Contrato de Compra e Venda, para aquisição da totalidade das ações Noctus Empreendimentos e Participações, proprietária dos conjuntos comerciais localizados entre o 12º e o 31º pavimentos do Edifício Corporate Evolution (Barueri, SP), comando cerca de 33 mil m² de área. A transação teve como montante cerca de R$ 300 milhões. Segundo o comunicado, estima-se que os rendimentos provenientes da locação dos Imóveis serão de aproximadamente R$ 5,67 por cota nos próximos 12 meses.

VILG: O fundo de galpões logísticos comunicou ao mercado, em 08/01, via fato relevante que, foram adquiridos dois empreendimentos logísticos, localizados nos estados do ES e RS, somando mais de 32 mil m² de ABL, 100% locados via contratos atípicos, para a empresa Ambev. No documento, é esclarecido que o preço de aquisição é de R$ 71 milhões, e a SPE detentora dos imóveis possui uma dívida, com cerca de R$ 41 milhões de saldo devedor, com vencimento em mais de 10 anos, a um custo de IPCA + 8,3% a.a. Segundo a gestora, o NOI esperado para os próximos 12 meses é de ~ R$ 9,3 milhões.  

BCFF: O fundo de FIIs publicou, em 09/01, a ata da AGE realizada no dia anterior, na cidade de São Paulo. A reunião teve como objetivo a deliberação a respeito da aprovação da 9ª emissão de cotas do fundo, que será distribuída através de uma oferta pública (CVM 400) com o objetivo de captação de até R$ 600 milhões. Por unanimidade dos cotistas presentes, a nova oferta de cotas do FII foi aprovada.

EDGA: O fundo de lajes corporativas comunicou ao mercado, em 09/01, via fato relevante, o recebimento da notificação de intenção de rescisão do contrato de locação mantido com a empresa Saphyr. A saída representa cerca de 820 m² de área e deve ocorrer em março/2020. Assim, a vacância do fundo passará para 50,9%.

A Novinvest Corretora de Valores Mobiliários Ltda. não se responsabiliza pelo conteúdo, notícias, opiniões, informações, indicações, dentre outros de nossos parceiros e/ou referências.