Petrobras exerce preferência por dois campos da cessão onerosa

21 de maio de 2019 - 12h39
Segmento: Empresas
Fonte: Lopes Filho

A Petrobras manifestou ao Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) o interesse em exercer o direito de preferência na licitação dos volumes excedentes ao Contrato de Cessão Onerosa. A petrolífera aprovou a manifestação do interesse no exercício do direito de preferência nas áreas de desenvolvimento de Búzios e Itapu, com percentual de 30%. Ainda sim, esse percentual poderá ser elevado na data de realização do leilão. Já em relação às áreas nas quais não manifestou o interesse no direito de preferência, a companhia poderá participar em condições de igualdade com os demais licitantes. O valor correspondente ao bônus de assinatura a ser pago, caso haja confirmação do percentual de participação nos termos acima pelo CNPE, será de R$ 20.988 milhões.

A Petrobras reiterou ainda que a assinatura do aditivo ao Contrato de Cessão Onerosa deve ocorrer antes da realização do leilão dos volumes excedentes.

A Novinvest Corretora de Valores Mobiliários Ltda. não se responsabiliza pelo conteúdo, notícias, opiniões, informações, indicações, dentre outros de nossos parceiros e/ou referências.