PNAD: Desemprego fica em 11,6%

29 de novembro de 2019 - 11h00
Segmento: Empresas
Fonte: Lopes Filho

Segundo dados do IBGE, a taxa de desocupação foi estimada em 11,6% no trimestre móvel de agosto-outubro, apresentando recuou de 0,2 ponto percentual (p.p.) em relação ao trimestre de maio a julho de 2019 (11,8%). Na comparação com o mesmo trimestre do ano anterior, ficou estatisticamente estável (11,7%).

A população desocupada registrou a marca de 12,4 milhões, não havendo variação insinuante estatisticamente em ambas as comparações.

O número de pessoas desalentadas (4,6 milhões) recuou (-4,5%, ou menos 217 mil pessoas) em relação ao trimestre móvel anterior e ficou estável frente ao mesmo trimestre de 2018 (4,7 milhões). O percentual de desalentados em relação à população na força de trabalho ou desalentada (4,2%) variou -0,2 p.p em relação ao trimestre anterior (4,4%) e ficou estatisticamente estável frente ao mesmo trimestre de 2018 (4,3%).

A população ocupada (94,1 milhões), no trimestre de agosto-outubro, cresceu em ambas as comparações: 0,5% (mais 470 mil pessoas) em relação ao trimestre anterior e 1,6% (mais 1,4 milhão de pessoas) na comparação como o mesmo período de 2018.

O número de empregados com carteira de trabalho assinada (33,2 milhões) ficou estável em ambas as comparações. Mas, o número de empregados sem carteira assinada (11,9 milhões de pessoas) atingiu novo recorde, com estabilidade estatística em relação ao trimestre móvel anterior e alta de 2,4% (mais 280 mil pessoas) frente ao mesmo trimestre de 2018.

 

A Novinvest Corretora de Valores Mobiliários Ltda. não se responsabiliza pelo conteúdo, notícias, opiniões, informações, indicações, dentre outros de nossos parceiros e/ou referências.