Raia Drogasil: Consistência e evolução operacional

21 de fevereiro de 2020 - 14h32
Segmento: Empresas
Fonte: Lopes Filho

A Raia Drogasil reportou seu resultado do quarto trimestre de 2019 com queda na margem Ebitda em relação ao mesmo período de 2018, explicada principalmente pelo novo patamar do ticket médio, mais baixo, originado da maior representatividade dos genéricos. Outros destaques negativos foram o crescimento das despesas gerais e administrativas em 0,3 p.p., além do aumento do estoque em 3,5 dias e de contas a pagar em 2 dias. Mas houve pontos positivos, como o crescimento de 11,3% do SSS (vendas de mesmas lojas) e de 1,3 p.p. no market share, que alcançou 13,7%, impulsionado pelas lojas da recém-adquirida Onofre. Nossa visão, é que a companhia está no caminho certo para encontrar um ganho de escala que compense o ticket médio, cada vez mais reduzido devido ao mix imposto pelo mercado e pela dinâmica concorrencial.

A Novinvest Corretora de Valores Mobiliários Ltda. não se responsabiliza pelo conteúdo, notícias, opiniões, informações, indicações, dentre outros de nossos parceiros e/ou referências.