Como oportunidade para diversificar e aumentar a rentabilidade da carteira de investimento, o empréstimo de títulos é uma prática na qual, em troca de uma taxa acordada, o detentor de determinados títulos (doador) autoriza sua transferência a um terceiro (tomador), conforme finalidades previstas nos procedimentos operacionais. O tomador do empréstimo é livre para vender esses ativos ou utilizá-los em outras finalidades, mas fica obrigado a devolvê-los seguindo o que foi combinado entre as partes.

A BM&FBOVESPA atua como contraparte central de todas as operações, adotando para isso, rígidos critérios de controle de riscos e regras para o correto funcionamento do mercado.

A operação é realizada por intermédio da mesa de operações, que busca a pactuação das taxas e períodos entre doadores e tomadores, ficando a critério do cliente a disponibilização ou não dos ativos para aluguel.

Vantagens

Possibilidade de aumentar a rentabilidade da carteira sem se desfazer das ações, pois proporciona um ganho periódico, bem como fica assegurado todos os direitos e eventuais proventos, dividendos, bonificações, desdobramentos, subscrições, dentre outros.

Havendo a desvalorização de determinadas ações, em bolsa possibilitará o aluguel e posteriormente vende-la no mercado, neste caso, se a expectativa se confirmar poderá recompra-las por um preço menor e vende-las apurando-se ganho entre a venda e a recompra das ações.

O total exigido em garantias para uma operação de empréstimo é de 100% do valor dos ativos, mais um intervalo de margem específico para cada ativo. O intervalo de margem representa a volatilidade e a liquidez das ações e as condições gerais das empresas emissoras, classificando os papéis em diferentes intervalos de margem. Como regra geral os papéis com maior liquidez e menor volatilidade enquadram-se nos menores intervalos de margem.
Não existe nenhum risco associado ao doador do papel, porém para o tomador esta operação pode gerar riscos, dependendo das condições do mercado, e na elaboração das operações de recompra das ações.